Blog

Mudou um tanto: Papo de Galo

Escrito por Gabriel Galo

Desde o ano da graça de 2009, mais precisamente em setembro, eu comecei a rabiscar minhas letras no GPGALO.com. Um site para chamar de meu! Eu, que pouco entendia de programação, mas nada de CSS e PHP, apanhei para deixar o site nos trinques. Ficou. Até o começo de 2011, desde a versão final já invadindo o ano de 2010, foram alguns meses destinados a escrever sobre quase tudo.

Em 2016, depois de 5 anos sem qualquer update, coloquei-me a tarefa de voltar a escrever. Diariamente. Envolvia rotina e disciplina, coisas que nunca foram muita a minha praia, e uma busca por uma maior qualidade da escrita.

Em pouco tempo, duas coisas começaram a me incomodar: a hospedagem de péssima qualidade que vazava SPAMs em profusão (chegou, no fim, há inacreditáveis 450 por dia!) e os muitos problemas de queda do site. Esta questão foi facilmente resolvida: migrei tudo para um outro provedor, e hoje posso dizer que estou livre do encosto que me tirou o sono algumas vezes. Faz parte da regra do jogo, errado seria eu de conviver e não tomar ação. Ação tomada, problema resolvido.

Next!

O outro ponto era o nome do site.

Lembrei-me de uma ideia que há tempos meu pai teve, de criar um programa chamado “Papo de Galo”. Com o arquivamento da ideia, pedi permissão, prontamente concebida. Papo de Galo seria o nome do site novo. No Registro.br garanti o domínio e foi iniciado o processo de metamorfose.

Um grande amigo se dispôs a criar uma nova identidade visual. Deu várias ideias, criou logo, tudo e mais um pouco. Ficou sensacional. E não foi apenas do Papo de Galo, não. Garantiu também para outro projeto, que espero em breve poder comunicar em versão final para vocês aqui, mas adianto que é uma série do Papo de Galo que vai ganhar asas e vida própria.

Ainda, no entanto, não está tudo pronto. Falta ainda muito trabalho, desde coisas que eu sei que terei que fazer, até outras sobre as quais tenho muitas dúvidas.

No mundo das dúvidas, a de trabalhar o Papo de Galo como uma página apartada do meu perfil pessoal no Facebook, trazendo consigo todas as outras redes agregadas, Instragram especialmente. A dúvida está em como começar a divulgar o que já foi escrito e publicado; é muita coisa. No radar, no campo do um dia farei, vídeos no Youtube com canal específico (vergonha), livros a serem lançados (tempo e rejeição), colunas e artigos (cara-de-pau), dentre mais tantos afazeres que já não cabem mais na lista de coisas a fazer.

Assim, vamos por partes, como dá e como é possível. Comecemos do começo: acesse papodegalo.com.br, e me conte o que achou.

Um abraço!

***

Sobre o autor

Gabriel Galo

Olá! Sou o Gabriel Galo, baiano de Salvador, torcedor do Vitória, administrador formado pela FEA/USP, empresário, metido a escritor e com coisas demais na cabeça.

Aqui você vai encontrar contos, crônicas, ensaios e análises políticas sobre o Brasil, a Bahia, São Paulo e mais tantos outros lugares e personagens fascinantes.

Deixe seu comentário